Notícias da Beat

Postos do Rio já estão com estoques baixos e combustíveis disponíveis são suficientes para apenas três dias

today22 de outubro de 2021 93

Fundo
share close

Os postos do município do Rio de Janeiro já estão com estoques baixos e os combustíveis disponíveis para suprir a demanda da cidade são suficientes por apenas três dias. A informação é do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis da capital.

Segundo o Sindicomb, caso a paralisação dos motoristas de caminhões tanque continue por mais 48 horas, vai faltar combustível nos postos da cidade.

Nesta quinta-feira, tanqueiros ligados à Associação das Empresas de Transporte de Combustíveis e Derivados do Estado cruzaram os braços e não fizeram entregas em postos do Rio. A categoria cobra a redução dos valores da gasolina, do diesel, do etanol e do gás de cozinha.

O diretor da entidade, Sandro Gonçalves, afirma que os profissionais dos caminhões-tanque estão prejudicados e ultimamente não conseguem sequer pagar as contas.

Dezenas de caminhões-tanque passaram o dia parados, em fila, na Rodovia Washington Luís, em frente a Refinaria de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Em frente a uma distribuidora da região que atende três grandes redes de postos de gasolina, nenhum caminhão entrou ou saiu para abastecer.

A Polícia Rodoviária Federal acompanhou o protesto, que foi realizado de forma pacífica. Em nota, a Petrobras informou que a operação da companhia não foi afetada.

Fonte: BandNews FM

Written by: Rádio Beat FM

Rate it

Post anterior

Notícias da Beat

Pezão retira tornozeleira eletrônica após flexibilização de restrições

O ex-governador do Rio Luiz Fernando Pezão retira a tornozeleira eletrônica, após o juiz federal Marcelo Bretas determinar a manutenção da decisão que flexibiliza as restrições impostas ao ex-governador, que estava em prisão domiciliar. Em junho, Pezão foi condenado a 98 anos, 11 meses e 11 dias de prisão por Bretas, pela primeira vez na Operação Lava-Jato. Ele vai responder em liberdade já que a condenação foi em primeira instância. […]

today22 de outubro de 2021 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

0%