Notícias da Beat

Posto de combustível atingido pela chuva e condenado pela Defesa Civil é demolido em Petrópolis

today2 de março de 2022 51

Fundo
share close

Um posto de combustíveis que foi atingido pelo temporal que deixou centenas de mortos em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, no dia 15 de fevereiro foi demolido nesta terça-feira (1º). A estrutura estava condenada pela Defesa Civil depois da tragédia e ficava na Rua Teresa, um dos pontos mais afetados.

A tragédia já deixou, até a tarde desta terça, 231 mortos, segundo a Polícia Civil. Ainda há pelo menos quatro pessoas desaparecidas. O Corpo de Bombeiros encontrou na Chácara Flora, mais uma vítima tragédia. Agora, segundo os bombeiros, as equipes seguem os trabalhos e concentram esforços em busca da última pessoa dada como desaparecida no local.

Equipes especializadas também seguem fazendo a varredura nos rios da cidade, onde estão desaparecidas três vítimas, com mergulhadores e equipes terrestres com cães de busca e salvamento. Entre os mortos, 137 são mulheres e 94 homens. Do total, 44 vítimas eram menores.

A demolição do posto foi durante uma operação do Governo do Estado coordenada pela Secretaria de Infraestrutura e Obras. O trabalho de limpeza no município continua, mesmo após a retirada de mais de 35 mil toneladas de resíduos e da liberação da circulação em mais de 20 vias que estavam obstruídas.

Segundo o Governo do Estado, a estrutura do posto apresentava risco de desabamento. Ao todo, mais de 500 caminhões de resíduos foram retirados só da Rua Teresa.

Pedras e entulhos desceram de uma encosta, destruindo tudo que havia embaixo. O posto, que fica na na altura do número 1129, foi atingido e o cenário de destruição rodou o mundo. Nenhum funcionário do posto foi ferido gravemente, mas o corpo de um senhor que morava no morro foi encontrado entre os escombros.

Cerca de 45 minutos foram suficientes para levar ao chão o que restou do escritório e da loja de conveniência do posto. Uma retroescavadeira e cinco caminhões foram usados para realizar a demolição. O estabelecimento estava com as estruturas comprometidas por causa dos impactos das pedras e lixo que desceram com as chuvas e foi condenado pela Defesa Civil.

Em Petrópolis desde o último dia 15, o secretário de Infraestrutura e Obras, Max Lemos, esteve no local para acompanhar a demolição e destacou a necessidade do trabalho realizado:

“Nós estamos fazendo toda limpeza aqui da Rua Teresa e, atualmente, graças a Deus, o cenário é bem diferente do que encontramos. Sabemos que há muito trabalho para fazer e parte do posto poderia desabar a qualquer momento. Nossa expectativa é de que os comerciantes possam reabrir imediatamente suas lojas e com mais segurança. Todos os nossos esforços estão concentrados para que Petrópolis volte à normalidade. Por isso, trabalhamos duro todos os dias de Carnaval aqui na cidade”, destacou.

Acompanhando atentamente a demolição do posto, o empresário Sérgio Bernardes, 48 anos, calcula um prejuízo de cerca de R$ 1,5 milhão. No entanto, tem a esperança de dias melhores e a gratidão por não ter perdido a vida de nenhum funcionário ou ente querido pela tragédia.

“No dia foi uma sensação terrível, mas felizmente estamos vivos e isso é o que mais importa. Agora, é colocar a cabeça no lugar e recomeçar. O objetivo é reabrirmos com contêiner e em três meses estarmos em funcionamento. Agradecemos muito a toda equipe do Governo do Estado que tem nos ajudado muito neste momento”, disse.

Fonte: G1

Written by: Rádio Beat FM

Rate it

Post anterior

Notícias da Beat

Petrópolis ainda tem cinco desaparecidos na tragédia de fevereiro

As buscas por cinco desaparecidos após a forte chuva do dia 15 de fevereiro prosseguem em Petrópolis, na região serrana do estado do Rio de Janeiro. Até o momento, a equipe Técnica e Científica da Polícia Civil registrou 231 óbitos, sendo 137 mulheres, 94 homens e 44 menores. De acordo com a prefeitura, há 1.117 pessoas em abrigos. O Corpo de Bombeiros finalizou no domingo (27) as buscas no Morro […]

today2 de março de 2022 25

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


PROMOÇÃO DA BEAT
BAIXE O APLICATIVO DA BEAT

BAIXE O APP DA BEAT FM

0%